Como doar para missões?

Atualizado: 7 de abr.



Os recursos financeiros são importantes ferramentas para a viabilização de iniciativas missionárias. Obreiros e as próprias instituições possuem diversas demandas que, mensalmente, precisam ser atendidas, permitindo com que ações de proclamação do Evangelho do Senhor Jesus possam ocorrer nos mais diversos lugares do Brasil.


Através deste artigo, gostaríamos de apresentar algumas dicas de como você pode apoiar uma agência ou, até mesmo, um missionário que, ciente de seu chamado e, encorajado pela visão de Deus confiada a ele, deixa sua cidade ou seu país e, juntamente com sua família, inicia uma jornada transcultural, sacrificando-se para que muitos possam ouvir sobre a salvação.



1) O que arde em seu coração?

Os indivíduos são completamente diferentes em suas habilidades, conhecimentos, experiências e culturas, e isso influencia diretamente na hora de investirmos nosso tempo, esforços e atenção.


Perfis diferentes podem apresentar distintos interesses na hora de se identificar com uma ação missionária.


Há pessoas cuja atenção é atraída por projetos na África, outras na Ásia, e assim por diante. Há indivíduos que se interessam em apoiar projetos de evangelização em seu país apenas, e outros que desejam dar suporte a iniciativas em suas cidades.


É oportuno dizermos que há pessoas que entendem a prioridade para a evangelização de povos não alcançados, outros se interessam por ações em lugares onde a igreja é perseguida e também tantos outros que se interessam por trabalhos de missões urbanas.


Atualmente, há uma diversidade muito grande de ações missionárias, sendo quase impossível não se identificar e se interessar por alguma ação desenvolvida pelas dezenas de agências missionárias brasileiras.


Ore a Deus e peça ao Senhor discernimento e confirmação de qual frente missionária deva ser apoiada por você. Conheça as dezenas de agências filiadas à Associação de Missões Transculturais Brasileiras - AMTB, uma organização interdenominacional, reconhecida pelo Movimento de Lausanne, e que tem dado apoio às iniciativas de evangelização a partir do nosso país.




2) O que você deseja doar/ofertar?

Muitos pensam que os únicos recursos a serem doados são os financeiros. De fato, o dinheiro é importante, e um recurso fundamental para aquisição de insumos indispensáveis para a execução dos projetos missionários. Entretanto, há outros tipos de recursos.


Além do capital financeiro, você pode se comprometer com um projeto missionário por meio da doação de bens (móveis e imóveis), produtos, serviços e até doando seu tempo e esforço, por meio de atividades voluntárias.


Já vi muitas organizações internacionais ou doadores que vinculam a oferta financeira diretamente à aquisição de um bem, por exemplo. Há movimentos que não ofertam um real para custeio (recursos livres), mas investem milhões na construção ou reforma de uma igreja, escolas e outras campanhas capitais (ou patrimoniais).


Perceba que as diferentes diretrizes de doação (pessoal ou institucional) podem conduzir a distintas manifestações da doação para missões. Dessa forma, missionários e agências precisamos estar aptos a apresentarem diferentes propostas de parceria.


Os doadores, por sua vez, podem indagar sobre necessidades específicas dos projetos missionários, buscando um tipo de doação vinculada, ou rubricada, sempre lembrando, todavia, que as doações na forma de recursos financeiros são bem-vindas em todas as ocasiões.




3) Não abra mão da prestação de contas

Já ouviu a frase "é para missões, logo, Deus está vendo". Sim, Ele está, mas solicitar a prestação de contas de uma doação à organização missionária não é nada errado ou invasivo.


Tal procedimento é um direito de quem doa, conforme o Estatuto dos Direitos do Doador, no Brasil, formulado pela Associação Brasileira de Captadores de Recursos - ABCR, que enfatiza a conduta ética de quem se dispõe a promover o engajamento de pessoas em causas sociais, por meio da doação.


Todo doador tem o direito de saber como seus recursos foram utilizados pela instituição, e ela pode fazer isso por meio da emissão de relatórios personalizados ou dos relatórios anuais.


Não importa o valor da doação, você tem direito à prestação de contas dos montantes ofertados e, caso não seja feito de forma automática pela instituição, você pode (e deve) solicitá-las para os gestores.


O Fundo Brasileiro para Missões - FBM atua justamente promovendo a interconexão entre doadores e os mais diversos projetos missionários, no Brasil e no Exterior, por meio de parcerias institucionais sólidas e responsáveis.


A excelência na gestão dos recursos doados é uma das principais marcas da organização, o que permite a construção um ambiente seguro para os doadores.


Através do FBM, pessoas, igrejas e empresas podem contar com processos transparentes e totalmente conformes aos princípios éticos de captação e administração de recursos, além de uma equipe de profissionais sensíveis às necessidades do campo missionário e ao que Deus deseja realizar por meio de seus obreiros.


Que Deus abençoe sua vida!


_______________


Rafael Bandeira é administrador com MBA em gestão financeira, mestre em políticas públicas e doutorando em administração. Consultor empresarial, professor da ESALQ/USP, autor do livro "O Deus de Todo Recurso" ( Editora Esperança). Atualmente é o presidente executivo do Fundo Brasileiro para Missões (FBM).





22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo